O que é esperado do meu filho em cada etapa do seu desenvolvimento?

Estará ele a acompanhar o desenvolvimento normal?

 

Todas estas questões surgem na cabeça de qualquer pai/mãe! Saber que o nosso filho está a acompanhar o crescimento esperado, deixa-nos mais tranquilos e descansados. Resta então conhecer qual será esse crescimento.

O desenvolvimento não deverá ser visto de forma estanque e muito menos limitada, na medida em que o bebé deverá ter de adquirir cada competência no tempo estipulado. Existe sempre margem para as aquisições poderem ser mais demoradas ou mais rápidas, consoante a predisposição do bebé para cada etapa e a estimulação realizada para as alcançar. Desta forma, este progresso temporizado é apenas um guia para conhecermos e estimularmos o nosso filho da forma mais correta, nas alturas indicadas.

 

1º  trimestre o bebé desenvolve-se mais na posição de deitado

 

  • o bebé deverá brincar de barriga para cima com as mãos juntas na linha média a tentar brincar com os seus brinquedos, levando-os à boca. inicialmente apresenta a mão fechada com o polegar por dentro, esperando-se que no final deste trimestre, consiga abrir a mão voluntariamente e agarrar objetos reflexamente.
  • O bebé deverá ser ajudado pelo adulto a direcionar o olhar para a brincadeira.
  • O bebé deverá ser frequentemente colocado de barriga para baixo para estimular o nosso bebé a levantar a cabeça e a controlá-la
  • Ao final dos 3 meses espera-se que consiga brincar na linha média e controlar a sua cabeça, adquira o controlo olho-mão, permitindo direcionar o olhar para a sua brincadeira de forma intencional

 

 

2º trimestre passa de deitado para sentado

 

  • Começará a brincar, quando está de barriga para cima, com as mãos na barriga, nos joelhos e até mesmo nos pés, de forma simultânea com as duas mãos ou com uma de cada vez.
  • Na posição de barriga para baixo, começa a levantar mais a cabeça e a apoiar os braços sobre o chão, de forma a observar melhor o ambiente ao seu redor.
  • Começa a realizar fenómenos como o rolar ou rebolar e, posteriormente, a conseguir sentar-se de forma autónoma.
  • Inicia um processo de brincar em que já consegue agarrar o objeto de forma intencional, até mesmo objetos de menor tamanho, e consegue também transferir brinquedos de uma mão para a outra, diversificando as suas brincadeiras.

 

 

3º trimestre passa de sentado para a posição de gatas

 

  • O bebé mostra interesse em chegar aos brinquedos já mais distantes dele, sentindo necessidade de apoiar as mãos no chão e a começar a levantar o rabo do chão, antecipando a posição de gatas;
  • Por volta dos 8 meses, começa a gatinhar explorando o mundo ao seu redor, começa a agarrar-se a tudo e puxar-se para se por de pé, sempre com apoio.

 

4º trimestre passa da posição de gatas para a posição de pé e o andar

 

  • O bebé começa a dar pequenos passos, com apoio e até recorre a andar apoiado com ambas as mãos na parede, ajudando a que finalmente consiga andar autonomamente.

 

 

Sempre que lhe surjam dúvidas acerca do desenvolvimento do seu bebé ou se numa ótica preventiva quiser saber como estimular da melhor forma em cada etapa não hesite em conversar com um profissional de saúde como um médico, um fisioterapeuta ou um terapeuta ocupacional pois de facto o primeiro ano de vida de um bebé é um ano muito rico e desafiante no seu desenvolvimento motor. Deixá-lo explorar, ajudá-lo a explorar, ajudá-lo a atingir novas formas de se mexer, torna o seu filho uma criança mais feliz e realizada motoramente.
.