Ficar em casa com as crianças neste período de isolamento não é tarefa fácil mas é um desafio necessário e que podemos “levar” de forma mais tranquila com algumas atividades. Não vamos esquecer que apesar dos ecrãs serem bastante tentadores nesta fase (sim porque nós pais precisamos de algum tempo para nós e para a casa, e alguns para o teletrabalho, e estes são recursos fáceis!) são altamente viciantes e o seu benefício reduzido.

O importante é definir rotinas, momentos para cada tarefa (brincar, trabalhos, tarefas domésticas- que também podem ser feitas a “brincar”) e no brincar usar atividades que potenciem as várias áreas do desenvolvimento (consulte o artigo crescer a brincar com mais dicas) Mas não se esqueça, o brincar livre, sem alguém a moderar/conduzir também é importante!

 

Atividades para crianças dos 0 aos 6 meses
  • “Tummy time”: potencie momentos de brincar de barriga para baixo
  • Use texturas, luzes, cheiros, espelhos de forma a dar oportunidades do bebé experienciar diferentes sensações.
  • Agarrar/chocalhar: colocar chocalhos com diferentes sons/cores na mão do bebé
  • Alcançar: afaste os objetos do bebé e incentive-o a alcançar.

 

Atividades para crianças dos 6 aos 12 meses
  • Viagem de barco: Coloque o seu bebé no colo (com as costas do bebé encostadas à sua barriga) e finja que está a fazer uma viagem de barco (para a frente, para trás, para um lado e para o outro).
  • Digitintas ou plasticinas caseiras e comestíveis
  • Bolas de sabão: incentivar tocar/apanhar as bolas de sabão
  • Fantoches (10 meses): podem ser feitos com meias ou colher de pau, onde podemos estimular histórias fantásticas.
  • Jogo das escondidas (9 meses): esconderijos fáceis, ”onde está a mãe/pai?”
  • Utilizar objetos que tem em casa para explorar
  • Outros brinquedos interessantes nesta faixa etária: argolas de empilhar, livros com texturas/encontrar (incentive o bebé a virar as páginas).

 

Atividades para crianças dos 12 meses aos 2 anos
  • Túnel: se não tiver um túnel construa com cadeiras e mantas, coloque objetos no meio do túnel para o seu filho ir procurar (“tesouros escondidos no túnel”)
  • Dançar: Dê oportunidades para a criança dançar livremente ao som da música. Vá fazendo gestos ao som da música para a criança o imitar:
    • Saltar
    • Bater o pé no chão
    • Mãos para cima/mãos para baixo
    • Andar rápido/Correr
    • Mãos na cabeça, joelhos, …(promoção da identificação das partes do corpo)
    • Semelhanças: Mostre as semelhanças entre objetos do quotidiano, use jogos para encontrar os iguais.
    • Livros: estes continuam a ser recursos ótimos. Incentive a criança a nomear o que se encontra no livre, conte e invente histórias, deixe explorar livremente.

 

Atividades para crianças dos 2 aos 3 anos
  • Dançar: Continue a dar oportunidades para a criança dançar livremente ao som da música. Vá fazendo gestos/sequências de tarefas ao som da música para a criança o imitar:
    • Saltar a pés juntos
    • Bater o pé no chão/marchar
    • Mãos para cima/mãos para baixo
    • Correr e contornar obstáculos
    • Andar para trás
    • Andar em bicos de pés
  • Imitar o andar dos animais; Elefante (mãos e pés no chão e rabo para o ar); Sapo; Pinguim; Macaco; Caranguejo (mais difícil mas vamos tentar pelo menos que faça o apoio e levante).
  • Jogos com bola: Fazer rolar a bola; atirar e receber a bola, dar pontapés na bola (direcionados para alguém); Bowling (pode usar garrafas como pinos por exemplo)
  • Faz de conta: estimular o faz de conta com brincadeiras com bebés/bonecos, fingir que vão ao supermercado,…
  • Histórias: leia histórias com a criança, mude o nome das personagens para nomes familiares, deixe-a ajudar a contar a história.

 

Atividades para crianças em idade pré-escolar
  • Atividades motoras: O imitar dos animais e o dançar com as suas várias tarefas pode continuar a ser utilizado com tarefas cada vez mais complexas. Nesta faixa etária é importante que gastem a sua energia!
    • Pára e Foge: espalhados pela sala/casa, quando se diz “foge!” devem correr tão rapidamente quanto consigam e quando se diz “para!” deverão parar imediatamente e manter-se imóveis. Podem ser usadas outras regras/ordens como: “salta”, “dança!”, “gatinha!”.
    • Imita a mãe/pai: a mãe ou pai conduzem, inventam os passos (os mais divertidos e cada vez mais difíceis de reproduzir) e os restantes têm que imitar estando em fila.
  • Construções: incentivar a construção com objetos do quotidiano (caixas, almofadas, mantas)
  • Advinha: esconder objetos dentro duma caixa que as crianças têm que descobrir só com o tato, vendar os olhos e adivinhar o que estão a comer ao provar.
  • Atividades de desenho, pintura e recorte (aproveita para utilizar os desperdícios para estas atividades, ex. rolos de papel, embalagens, revistas). Coloque as folhas para desenho nas janelas e torne tudo ainda mais divertido)
  • Faz de conta: brincadeiras com disfarces, inventar pequenas histórias, fazer teatros para apresentar à família.

 

Atividades para crianças em idade escolar
  • Atividades motoras: mantenha as atividades descritas anteriormente com ordens cada vez mais complexas. Use nessas atividades o empurrar a parede, carrinho de mão, …Use jogos com bola com desafios como “marcar golo” numa baliza improvisada e encestar numa caixa ou caixote.
  • Desenho passo a passo (figuras mais complexas), pintura, recorte, colagem.
  • Utilização de rimas, lengalengas e cantilenas.
  • Livros: estimule a leitura, use o desenho e escrita como forma de a criança refletir sobre o que leu.

 

 

Preparados para este desafio? Vamos pôr as nossas crianças a brincar!!

Receba os nossos artigos

Dados Pessoais:

Seleccione o(s) seu(s) interesse(s):

Os seus dados não serão transmitidos a terceiros